Consumo de sódio em excesso

O consumo de sódio faz bem ou mal? Descubra aqui!

Já sabemos que o consumo de sódio em excesso não é legal, mas será que é preciso exclui-lo por completo da rotina? Afinal, todos os dias, vemos milhares de notícias que recomendam a redução do sódio na alimentação. Os objetivos são sempre os mesmos: ter uma vida mais saudável, além de prevenir e auxiliar no tratamento de algumas doenças, como as doenças do sistema cardiovascular.

Será que você está consumindo esse nutriente em excesso? Na verdade, como saber? Quais alimentos são ricos em sódio? Continue a leitura que eu te conto!

O que é o sódio e qual a diferença dele para o sal?

Para começar, é preciso entender a diferença entre o sal e o sódio. O sal que utilizamos na cozinha, para salgar e preparar os alimentos, é o cloreto de sódio. Ele possui, aproximadamente, 40% de sódio e 60% de cloro. Então, 5g de sal de cozinha não é o mesmo que 5g de sódio. Na hora de seguir alguma recomendação ou ler as informações nutricionais nos rótulos dos alimentos industrializados, é importante que você saiba essa diferença.

O sódio é um nutriente naturalmente presente nos alimentos, que desempenha um papel importante em várias regulações do organismo, como a pressão arterial, nervos, músculos, líquidos extracelulares e volume do sangue.

Mas se o sódio é um nutriente com tantas funções essenciais, por que ele é visto como um vilão? O grande problema é o consumo em excesso.

Qual o consumo diário ideal de sal?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o consumo máximo de sal seja de até 5g ao dia. Estima-se que a população brasileira consome, em média, 12g de sal ao dia, mais que o dobro do recomendado. O controle do sal na preparação dos alimentos é importante e a utilização de estratégias como sal de ervas e outros temperos naturais são necessárias para essa redução.

Quais são os problemas de saúde decorrentes do excesso de sódio?

São vários. Uma das doenças mais conhecidas que pode ser desenvolvida pelo excesso de consumo de sódio na alimentação é a hipertensão. Uma doença que exige um esforço maior do coração para bombear o sangue para o corpo. A hipertensão é um dos principais fatores de risco para ocorrência de acidente vascular cerebral (AVC), aneurisma arterial, enfarte, insuficiência renal e cardíaca.

A retenção de líquidos é outro problema ocasionado pelo excesso de sódio. O corpo precisa da água para fazer a diluição desse mineral, deixando-a retida no nosso organismo para execução desse processo. Inclusive, não podemos pensar que ingerir líquidos aumentaria a retenção. Pelo contrário, a desidratação pode agravá-lo. Quanto mais água você ingerir, mais você conseguirá eliminar pela urina.

Quais alimentos são ricos em sódio?

Os principais responsáveis pelo consumo de sódio em excesso são os alimentos industrializados. Você deve estar pensando: “outra vez os industrializados”. Sim, você pode e deve pensar desta forma, porque a realidade é essa! Infelizmente, os industrializados nos trazem muitos malefícios e quase nada de benefícios.

Os principais alimentos ricos em sódio são:

  • Carnes processadas, como salsichas, mortadelas, presuntos e linguiças;
  • Salgadinhos e bolachas de pacote;
  • Macarrão instantâneo;
  • Temperos prontos, como sazon, caldo de carne/galinha, arisco;
  • Ketchup e mostarda;
  • Bolos prontos;
  • Queijos amarelos;
  • Vegetais em conservas;
  • Sopas e molhos prontos.

Outro ponto importante é a utilização do sódio em produtos não salgados. O sódio também está presente em conservantes, adoçantes, fermentos e realçadores de sabor. Fique sempre atento à lista de ingredientes e evite os alimentos que contém os nomes nitrito de sódio e nitrato de sódio, ciclamato de sódio, sacarina sódica, bicarbonato de sódio e glutamato monossódico em sua composição.

Para diminuir o consumo de sódio aposte em uma alimentação rica em frutas, hortaliças, alimentos integrais, leguminosas e preparações caseiras. Na hora de comprar os alimentos, opte sempre pelo que tiver menor quantidade de sódio, gordura e açúcar. Além disso, substitua o sal por temperos naturais, como alho, cebola, limão, tempero verde, ervas frescas e/ou desidratadas.

Gostou desse post? Então compartilhe ele nas suas redes sociais para que outras pessoas também possam ter acesso a esse conteúdo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s